Pets e Patas

A loja on-line de semijoias Anna Acessórios acaba de passar por uma remodelação e o Pets e Patas ganhou um presente super especial para conhecer de perto a novidade!

Anna Acessórios, loja virtual de semijoias para pet lovers | Blog Pets e Patas
Com peças exclusivas para amantes de pets, é possível encontrar no site acessórios em formatos e estilo diferentes, como brincos, colares e a queridinha pulseira de berloques, tudo para estampar por aí nossa paixão pelos bichinhos. Ah, e o melhor é que além de ter coisas lindas, o valor é mega acessível, variando de acordo com o design escolhido e começando a partir de R$15.

Anna Acessórios, loja virtual de semijoias para pet lovers | Blog Pets e Patas

Criado em 2014, o ecommerce nasceu da vontade de empreender de Ana Lúcia Serpejante. “Meu primeiro contato com as joias aconteceu há 25 anos, quando confeccionava peças para venda. A oportunidade de criar a loja virtual surgiu e pensei em unir a paixão por pets e acessórios, para transmitir o amor incondicional e gratidão que as pessoas sentem por seus animais de estimação”.

As peças são selecionadas individualmente e são antialérgicas, banhadas a 5 milésimos de ouro 18k ou de prata, diferentes do níquel da bijuteria comum, e ainda acompanham certificado de garantia de 6 meses e dicas de conservação. “Cada peça é escolhida com muito critério, principalmente as características do desenho. Tenho essa preocupação de selecionar acessórios bonitos e de alta qualidade”, enfatiza Ana Lúcia.

Quer conferir todos os itens lindos que tem por lá e já garantir o seu? Acesse o site, curta a página no Facebook e acompanhe as postagens do Instagram.

 

Assina cris

Imagens: Arquivo pessoal

 

Pets de crochê da Chica Curta | Blog Pets e PatasMais uma vez, em minhas buscas pela internet, acabei encontrando um Instagram muito legal e que despertou meu interesse: o perfil @chicacurta, criado por Rita de Cássia Michelini, dona de casa e artesã, para expor suas peças em crochê. E, além de morrer de amores por cada um dos itens postados por lá, com destaque absoluto para os pets customizados, quis conhecer um pouco da história da artista.

 

“Chicacurta era o apelido carinhoso que meu pai e meu tio me deram quando criança”, conta ela, que aprendeu a arte com a avó Cristina que desenrolava barbantes de pão para seus trançados. “A vida seguiu muito rápido e eu perdi minha avó e meus pais e um dos sentimentos que ficou comigo foi o medo. Medo de tudo”. Diagnosticada com síndrome do pânico, ela começou a fazer análise com uma psicóloga que indicou a busca pelo trabalho manual como uma terapia. “A terapeuta sempre me pedia algo, cheguei a levar coisas feitas com barro, argila e crochê. Ela achou bem interessante e acabou encomendando 20 coelhos para a páscoa, em nome de sua vizinha. Fiz cada um de um jeito e com roupinhas coloridas. Hoje, sei que a vizinha, na verdade, era ela mesma”.

 

Pets de crochê da Chica Curta | Blog Pets e PatasCom novos pedidos da terapeuta, a criação de uma miniatura de sua cadelinha da raça schnauzer (foto), encomendas, Instagram e blog, a Chica Curta caiu no gosto dos apaixonados por pets. “Minha árvore de Natal sempre foi enfeitada com gatinhos, cachorrinhos e ursinhos vestidos com temas natalinos. Gosto muito de fazer cães e gatos, olho a foto e fico imaginando. Na verdade, não tenho técnica, não conto pontos, vou olhando a imagem e tentando me aproximar dos detalhes. […] Fiz os animaizinhos das blogueiras Lia Camargo, do Just Lia, e da Karen Bachini, do E aí, beleza?, e, assim que elas postaram sobre o presente recebido, meu WhatsApp e Instagram não pararam de receber mensagens de todo o Brasil”, conta ela, que já passou da marca de mil itens feitos.

 

“Hoje, o medo ainda existe em minha vida, mas não é prioridade, os bichinhos estão na frente e o retorno é muito gratificante. Às vezes, vejo a peça ao lado do animal e nem acredito que foi feita por mim. Algumas pessoas me procuram e enviam fotos de pets que já morreram, contam da importância deles para a família. São lindas as histórias e isso me emociona. Com meu trabalho ganho novos amigos todos os dias e isso não tem preço”.

 

Pets de crochê da Chica Curta | Blog Pets e Patas

 

Também ficou apaixonada(o) pelo trabalho caprichoso da artesã?

Ela aceita encomendas por Direct no Instagram, mensagem via Whats (37) 8405-1503 e pelo e-mail ritamichelini@hotmail.com.

Feitos com material diferenciado, trazido da Alemanha pela irmã dela, os bichinhos custam a partir de R$ 40 e ficam prontos, em média, em um mês.

“É só enviar a foto do animalzinho que faço o orçamento. Tenho uma agenda e sigo a ordem das encomendas. Não tem como ter pressa, é com amor e muita paciência que eles são feitos, ponto por ponto”.

 

Confira, na galeria abaixo, mais dos pets da Chica Curta:

 

Assina cris

História da jornalista Cris Marques | Pets e Patas

Minha paixão por animais começou antes mesmo de eu ter noção disso. Desde pequena, convivia com os cães das minhas avós − Dadani (foto), Digby e Pretinho. Depois disso, ganhei minha própria cadelinha, a Natasha, que também morou com minha avó materna, pois eu morava em apartamento, a pastora alemã Winnie, do meu avô, e os peixinhos que meu padrasto comprava na feira.

Já morando em uma casa grande, tive uma hamster sírio, seguida de duas (ou dois, não sabia na época) hamsters chinês, um cocker chamado Bidu, dois gatos pseudoadotados (moravam pela vizinhança e ficaram um tempo em nosso quintal), alguns peixes Betas e duas chinchilas, a mãe Bianca (nome horrível, eu sei, mas foi dado pela minha irmã Bárbara, uma criança na época) e a filha Pikachu.

História da jornalista Cris Marques | Pets e PatasAo crescer, morei por um período com meu pai (sim, meus pais são separados desde que tenho uns 4/5 anos) e fiquei apenas com cãezinhos “emprestados” (Pepê, que era do então namorado; Amendoim, da sogra e a Phoebe, da minha mãe). Já em meu primeiro apartamento, tive o Tofu, um hamster sírio que já virou estrelinha, e o Fido Dido (foto), cachorro que adotei e hoje mora na sogra (tem post sobre isso no blog). Antes mesmo dessa mudança, chegou o Bilbo, cãozinho que marido adotou e hoje é o amor da minha vida, e as hamsters Marceline e Bubbles, também da raça sírio.

A experiência na prática é grande, mas, se isso já não bastasse, sou jornalista e, trabalhando com textos e web, senti a vontade de externar essa minha paixão em um blog: o Pets e Patas. De sofá comido a hamster com gripe e conjuntivite, passando por cachorro na creche de segunda a sexta, pretendo postar por aqui meus (muitos) relatos e também curiosidades, produtos, dicas e matérias exclusivas sobre esse universo pet, tão vasto e apaixonante.

 

História da jornalista Cris Marques | Pets e Patas

 

Se você, assim como eu, também adora animais, um bom causo e novidades, encontrou seu lugar. Seja bem-vindo!

 

Assina cris

SOBRE

Blog criado pela jornalista Cris Marques, de Guarulhos/SP, apaixonada por animais, mãe do cãozinho Bilbo e das hamsters Bubbles e Marceline (que viraram estrelinha em 2016), e uma fã incondicional de informação e novidades. Quer descobrir mais sobre o mundo pet?

Então seja bem-vindo!


Saiba +

Apoio

Confira os bastidores do “III Dia do AdoCão”, realizado em São Paulo pela Pedigree:


P&P no Facebook